Interação, diversão e cuidado são alguns dos fatores para que os pais ou responsáveis amenizem o medo das crianças na ida ao dentista, algo fundamental para criar uma boa relação do pequeno com a saúde bucal, que irá trazer benefícios a ele tanto na beleza do sorriso quanto na qualidade de vida.

Manter cuidados com a saúde bucal é uma atitude para se ter desde cedo, acompanhado dos pais e profissionais, para criar e fortalecer hábitos alimentares e de higienização bucal favoráveis à saúde. 

Isso porque cuidar da saúde bucal desde cedo previne o surgimento de problemas como:

  • Halitose;
  • Cárie;
  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Câncer na boca;
  • Problemas no sistema cardiorrespiratório.

Além disso, crianças que apresentam desalinhamento ou manchas na estrutura dental podem ser mais introspectivas, não se relacionando com os colegas de escola, sentindo menor confiança para sorrir ou conversar, tudo para não deixar seus dentes à mostra. 

Tais aspectos podem afetar seu desenvolvimento social e nos relacionamentos, impactando em diversos âmbitos da vida adulta e podendo ocasionar traumas. Por isso, os cuidados devem ser tomados diariamente para evitar problemas de autoestima e na saúde, por exemplo.

Para além dos cuidados com a prevenção, a odontologia também propõe tratamentos reparatórios, como é o caso do implante dentário. Nesse caso, o implante não é indicado na infância, mas pode ser necessário por maus hábitos dessa fase.

Mesmo que o convívio esteja sendo feito de forma remota devido à pandemia do Covid-19, não é motivo para deixar essa questão de lado, até porque, é uma fase momentânea e as crianças também irão conviver com familiares e pessoas próximas durante esse tempo.

Do mesmo modo, a higiene e saúde bucal dependem da prática diária, sendo crucial que a prática seja constante, mesmo em períodos de férias e finais de semana. Para isso, é necessário “enraizar” esse hábito e sua importância.

Cuidado com a saúde bucal infantil e pandemia

Grande parte das crianças brasileiras não têm recebido acompanhamento adequado com o profissional odontológico durante a pandemia. 

O tratamento dental entre crianças, segundo a Agência Brasil, durante o tempo pandêmico, caiu 89%, sendo 66% delas nos procedimentos odontológicos. 

O acompanhamento com o profissional da odontologia é importante para que ele possa avaliar a troca dos dentes, o quadro da saúde bucal, bem como possa fazer a profilaxia profunda e retirada de cáries, caso existam.

Além disso, se for necessário, o pequeno poderá realizar os procedimentos ortodônticos necessários. Porém, muitas delas sentem medo de ir ao dentista.

Por isso, serão colocadas algumas formas de deixar mais fácil a ida das crianças ao dentista e criar esse hábito de forma tranquila e saudável.

Procedimentos de menor impacto

Vale destacar que a partir do surgimento dos dentes permanentes, o que acontece por volta dos 11 anos, já se pode colocar o aparelho dental. 

Contudo, muitas crianças sentem relutância em colocá-lo por conta do impacto na aparência do sorriso metálico no rosto, podendo criar problemas de confiança.

Para reduzir esse impacto, os consultórios odontológicos estão aderindo ao procedimento de aparelho dental invisível ou mesmo estruturas móveis.

Usar produtos temáticos

A criança, antes de tudo, precisa ser estimulada a cuidar de seus próprios dentes com os hábitos de higienização. 

Portanto, usar escovas, fios dentais e enxaguantes bucais infantis com temas relacionados a desenhos e filmes que ela goste pode ser uma boa forma de tornar aquilo mais divertido. 

Muitos consultórios odontopediátricos também possuem esses recursos para tornar a experiência da criança mais agradável e de modo que ela não relute a retornar após seis meses. 

Para isso, o odontopediatra também pode utilizar aventais e óculos personalizados durante a consulta. 

Isso vale mesmo para os mais grandinhos, a partir dos 11 anos, que precisam fazer um tratamento ortodôntico, adequando o ambiente e produtos para os mais jovens, com temas menos “infantilizados”.

No caso de pacientes que precisem do tratamento, como abordado anteriormente, é possível recorrer ao aparelho invisível na juventude ou mesmo arriscar no uso das borrachinhas do modelo tradicional.

Isso pode ser feito para suavizar o tratamento para os pacientes, bem como criar aderência ao tratamento, trabalhando a resistência anterior para uma implementação da estrutura como um acessório.

Com isso será possível alcançar mais resistência para o esmalte do dente, seu posicionamento, além da manutenção da saúde como um todo e preservação da coloração do dente. 

Assim, se futuramente a criança desejar ou precisar deixar os dentes ainda mais brancos, os consultórios odontológicos também podem oferecer procedimentos estéticos como o de clareamento dental

Não demonstrar irritação com a criança durante a consulta 

Principalmente nas primeiras consultas, é comum que as crianças sintam receio e tomem algumas atitudes de relutância desagradáveis, mas se irritar com elas trará maior relutância.

Por isso, o ideal é procurar por odontopediatras, que são especializados nesse público e conseguem lidar melhor com comportamentos de resistência que podem acontecer, bem como há estruturas adaptadas no ambiente para os pequenos.

Naturalizar a ida ao dentista

Com o tempo, os pais podem naturalizar a ida ao dentista como ir à escola, brincar e outras práticas do cotidiano infantil. Assim, a criança já fará a associação que aquilo é algo de rotina e que é necessário fazer, não demandando medo.

Se, por exemplo, o pai ou a mãe for fazer o procedimento de lente de contato dental, levar o filho é algo interessante para ele se acostumar com o ambiente, ver que outras pessoas vão, inclusive seus pais, e ir se adaptando ao local – podendo trazer curiosidade. O importante é não deixar de ir. 

Inclusive, tal medida é vantajosa tanto para filhos menores quanto para os mais velhos, todos devem ir ao dentista a cada seis meses e quanto mais isso é natural desde pequeno, maiores as chances de se manter isso para o resto da vida e haver a adaptação à essa prática.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

Link da imagem:

https://br.freepik.com/fotos-gratis/menina-bonitinha-sentada-no-consultorio-do-dentista_4063985.htm#page=1&query=crian%C3%A7a%20no%20dentista&position=4

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três + 6 =